Faça uma cotação. Retornaremos dentro de poucos minutos.

A tradução mutilada

flip

Em Paraty, na última Flip, viam-se estrangeiros por todo lado. Nem falo do hare krishna peruano, que abordava os que faziam o caminho da tenda principal ao centro histórico. Tampouco me refiro aos autores, porque todos os anos eles vão.

Falo dos agentes, dos editores e dos turistas, cuja razão para estar lá era o interesse, profissional ou pessoal, pela literatura brasileira.

Pelo menos em parte, esse interesse crescente que observei pode ser creditado à participação do Brasil em feiras literárias internacionais como Frankfurt, Guadalajara e Buenos Aires, nas quais o país tem, recentemente, promovido sua literatura de forma ativa e eficiente.

Essa política de promoção tem como eixo central um programa de apoio à tradução de autores brasileiros, que auxilia, por meio de bolsas, editores que tenham interesse em publicar e difundir literatura brasileira em outros países, mas que não disponham de recursos para traduzi-la. O programa foi estabelecido pelo Ministério da Cultura, em 2011, com o objetivo de manter-se até 2020.

Para padrões governamentais, trata-se de programa modesto (R$ 2,7 milhões para o período 2011-2013) e eficaz. Depois de sua implementação, o número de livros brasileiros traduzidos e publicados no exterior começou a crescer. De 37 em 2011 passou a 141 em 2012. No ano passado, chegou a 210.

Mas parece que o governo mudou de ideia.
Segundo reportagem de “O Globo”, o Ministério da Cultura teria cortado o orçamento do programa em 30%. Em 2014, apenas 68 projetos teriam sido aprovados até agora. Mesmo na hipótese remotíssima de que esse número venha a triplicar até o final do ano, ficaremos abaixo dos níveis de 2013.

Saramago
Tradução não é apenas uma questão de palavras ou de livros, mas de tornar compreensível um universo cultural inteiro. A melhor explicação de nosso povo, de nossa sociedade, é dada pela literatura. São retratos por escrito de quem somos. É uma forma de nos apresentarmos ao mundo.

A decisão do governo de mutilar o orçamento do programa de tradução interrompeu um ciclo virtuoso da difusão da literatura brasileira no mundo. O prejuízo é histórico. Não pode se agravar.

O processo de afirmação de uma literatura é longo. Se não continuarmos a marcar presença no mercado internacional, o trabalho feito se perde. Aí, quem acaba traduzido é o autor argentino, sueco ou japonês, que tem apoio para apresentar-se em outras línguas.

A decisão de corte orçamentário representa um preocupante ponto de inflexão. Tem de ser revista.

Expressamo-nos em uma língua nobre, mas isolante. A quinta mais falada no mundo, mas de alcance limitado, em que 85% dos falantes se concentram entre Brasil e Portugal. Fora dos países lusófonos, nossa expressão é restrita.

José Saramago, que escrevia em português e ganhou o Nobel de literatura, dizia que os autores fazem as literaturas nacionais, mas que os tradutores fazem a literatura universal. Ele está certo. O resto do mundo precisa conhecer melhor o Brasil. Precisamos de mais tradução, não menos.

Fonte: Observatório da Imprensa, ocm informações da Folha de S.Paulo (escrita por Alexandre Vidal Porto)

Autor

Pablo Batista

Pablo Batista

O trabalho de escritor exige disciplina, criatividade e conhecimento. Veja como construir sua carreira para aumentar as chances de sucesso no mercado!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendados para você

News

Por que as pessoas escrevem tão mal?

A explicação mais popular é que a prosa opaca é uma escolha deliberada. Burocratas insistem em fazer uso de jargões para cobrir sua anatomia. Escritores

News

Dia do Tradutor – 30 de setembro

Ontem, 30, foi celebrado mundialmente o Dia do Tradutor. A data é também uma homenagem a São Jerônimo, Santo padroeiro dos tradutores e grande intelectual

Enviar orçamento

Temos um local específico para você se tornar nosso cliente!

Orçamento

Faça uma cotação conosco. Retornaremos dentro de poucos minutos.

Dúvidas

Envie sua(s) dúvida(s) para que nossa equipe possa responder a você.

Sugestões

Estamos sempre em constante evolução. Envie seu feedback, ele é muito importante para nós.

Suporte

Temos uma equipe pronta para ajudá-lo. Entraremos em contato o mais breve possível.

Endereço

Rua Dr Yojiro Takaoka, 4.384 – Alphaville 06541-038 – Santana de Parnaíba – SP

Atendimento

2a à 6a feira das 8h às 18h Sábados, domingos e feriados via e-mail ou whatsapp

Contato

Fixo: (11) 4153-1506
Whatsapp: (11) 99948-6881
contato@martinellitranslations.com.br

Martinelli Translations | Todos os direitos reservados - © 2018​

× Whatsapp